quarta-feira, 17 de junho de 2015

Os Irmãos Kickboxers – Mais um Clássico dos Bons da Pancadaria!!!

Em 1990 a Seasonal Entertainment lançou “Os Irmãos Kickboxers” (Blood Brothers) do diretor Lucas Lowe estrelado por Loren Avedon e Keith Vitali que tornou-se mais um clássico do cinema de pancadaria dos anos 80/90 e era febre nas vídeo locadoras. Avedon já tinha um certo nome aqui no Brasil por estrelar filmes como “O Rei dos Kickboxers” (1990) e “Karate Tiger 2” (1987). 

Poster da época

Will Alexander (Avedon) e Casey Alexander (Vitali) são irmãos que são como água e óleo: não se misturam! Will é professor de kickboxer e Casey é um policial linha dura. Um dia após de se aposentar da polícia, o pai dos dois irmãos é assassinado por um grupo de traficantes que ele investigava. Desta forma, os irmãos são obrigados à deixar suas diferenças de lado para vingarem a morte do pai e prenderem os culpados pelo assassinato, além de impedirem um plano para assassinar o presidente dos EUA.

Will, especialista em artes marciais
Esse filme é muito bom e possui cenas de luta animais pra época. Apesar da velha fórmula da vingança, é bacana ver a união de dois irmãos tão diferentes. Enquanto Will é mais esquentadinho e anda com roupas simples, seu irmão está sempre alinhado de terno e gravata e é mais tranquilo. Will é especialista em artes marciais e Casey é especialista em armas, mas isso não quer dizer que Casey também não vá bonito pra pancadaria.

Casey, especialista em armas
Um dos antagonistas do filme é Franco, interpretado por Rio Hunter. O bicho é bruto e bom na porradaria. Seu visual é bem marcante com os cabelos e sobrancelhas brancas e sempre com um olhar frio; com cara de poucos amigos. Ele dá muito trabalho pros irmãos.

Franco, o porrador
“Os Irmãos Kickboxers” possui cenas antológicas como o roubo ao banco no início do filme, o treinamento de Will com seus alunos no começo do filme, a briga no bar (sempre tinha briga em bares nesses filmes), entre outras cenas, mas o embate final no hangar é espetacular. A ação corre solta no filme e o elenco é bom também.

Irmãos diferentes, mas unidos pela vingança!
Mais uma vez, como é comum em muitos filmes dessas décadas, os produtores quiseram aproveitar o sucesso de “Retroceder Nunca, Reder-se Jamais”, ótimo filme de 1986 que lançou o astro Jean-Claude Van Damme, e meteram “Os Irmãos Kickboxers” como uma sequência deste filme. Assim como “Karate Tiger 2”, que também é estrelado por Loren Avedon e lançado também como uma sequência de “Retroceder Nunca, Reder-se Jamais”, mas nenhum desses filmes tem relação entre si. Todos possuem histórias diferentes e personagens diferentes. Então, pelos produtores, seria “Retroceder Nunca, Reder-se Jamais”, “Retroceder Nunca, Reder-se Jamais 2” (Karate Tiger 2) e “Retroceder Nunca, Reder-se Jamais 3” (Os Irmãos Kickboxers).

A turminha do mal
Na época em que eu era mais novo esse era um dos VHS´s que eu sempre alugava nos fins de semana alternando com clássicos de Van Damme, Steven Seagal e filmes de pancadaria lançados naquele tempo. Sempre juntava os amigos na sala e ficávamos vendo e revendo os filmes e tentando copiar os golpes e as coreografias apresentadas na película. E esse filme também era mais um clássico da antiga “Sessão Kickboxer” que passava na TV Bandeirantes (Band)!

Os irmãos quebrando tudo!
Se vocês ainda não conhecem este grande clássico do cinema de pancadaria, procurem na internet porque com certeza irão achar este filme, e divirtam-se com esses dois irmãos bons de braço! E como dizia na propaganda do filme na época: “Eles são irmãos de sangue. Mas são como água e óleo, não se misturam... só uma vingança poderá uni-los”!!! Vai dizer que só essa frase não era suficiente para te fazer ver o filme??? Rss!

Um grande abraço!


P.S: Reparem no trailer! Dá até saudade desse estilo de trailer dos filmes dos anos 80/90! Rss!

2 comentários:

  1. Eu não conhecia o filme, mais dá pra perceber que ele deve ter marcado uma geração de fãs pelo o clima que ele apresenta. Parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  2. Valeu, Tairone! Realmente é um grande clássico! Possui cenas antológicas de ação, quando puder, dê uma conferida! Um grande abraço!

    ResponderExcluir