segunda-feira, 6 de julho de 2020

Filmes: Franquia Jogos Mortais (2004 - 2017)

Todos os logos dos filme

Lá no longínquo ano de 2004 eu assisti a um filme que explodiu a minha cabeça em termos de suspense, e esse filme era Jogos Mortais. Eu mal podia imaginar que estava começando a ver o início de uma franquia de extremo sucesso! Exatos 16 anos depois, com a pandemia nos deixando em casa de castigo (mesmo eu trabalhando em dias alternados), parei para ver toda a franquia. Sim, amiguinhos! Jogos Mortais se tornou uma franquia com 8 filmes! Tentarei abordar a trama principal de cada filme sem dar spoilers.

Armadilha de urso reversa: a mais famosa!

Bom, se vamos fazer um grande resumo sobre toda a franquia de Jogos Mortais é que se trata de uma franquia que foca na sobrevivência e por sermos gratos por estarmos vivos. Sim, turminha nerd. Até onde você seria capaz de ir para se manter vivo? Você seria capaz de matar uma pessoa para sobreviver? Seria capaz de mutilar alguma parte do seu corpo? Seria capaz de infringir dor em alguém para não morrer? Pois esta é a premissa básica da franquia.

Mais uma armadilhazinha de leve

Escrita por James Wan e Leigh Whannell, o primeiro filme foi gravado em apenas 18 dias e estreou em 29 de outubro de 2004 nos cinemas, sendo um sucesso de bilheteria. Com um modesto orçamento de U$ 1.200.000,00 o filme arrecadou mais de U$ 103.096.345,00. Vamos aos resumos de cada filme então:

Poster do primeiro filme

- Jogos Mortais (2004): dois homens acordam num banheiro abandonado, presos por correntes em seus pés, e precisam achar um meio de se soltarem antes do tempo programado, ou irão morrer. O primeiro filme é estrelado por Cary Elwes (Dr. Larry Gordon) e Leigh Whannell (Adam Stanheight) e é um soco na boca do estômago. O final é surpreendente! É nesse filme que somos apresentados ao serial killer chamado Jigsaw (Tobin Bell), um homem que sequestra pessoas que possuem segredos e os coloca em jogos mortais (literalmente) para que estas pessoas que façam o que for preciso para sobreviver.

Poster do segundo filme

- Jogos Mortais 2 (2005): escrito por Darren Lynn Bousman e Leigh Whannell. Um grupo é preso numa casa e precisam fugir de diversas armadilhas mortais antes que o tempo esgote e eles morram. Mais armadilhas bizarras são apresentadas nesse filme e Jigsaw retorna para ensinar as pessoas a darem mais valor às suas vidas. O filme custou em torno de U$ 4 milhões e arrecadou mais de U$ 147 milhões ao redor do mundo. 

Poster do terceiro filme

- Jogos Mortais 3 (2006): escrito por Leigh Whannell. A doutora Lynn Denlor (Bahar Soomekh) é sequestrada por Jigsaw e sua missão é mantê-lo vivo enquanto ocorre mais uma rodada de jogos mortais. O filme teve um orçamento em torno de U$ 12 milhões e arrecadou mais de U$ 164 milhões ao redor do mundo.

Poster do quarto filme

- Jogos Mortais 4 (2007): escrito por Patrick Melton, Marcus Dunstan e Thomas H. Fenton. Após os acontecimentos do filme anterior, o policial Rigg (Lyriq Bent) é arrastado para uma nova coleção de armadilhas mortais e bizarras, e ele só tem 90 minutos para salvar o detetive Eric Matthews (Donnie Wahlberg). O filme teve orçamento de U$ 10 milhões e arrecadou em torno de U$ 139 milhões mundialmente.

Poster do quinto filme

- Jogos Mortais 5 (2008): pra mim, aqui foi quando a franquia começou a se perder e Jigsaw virou uma espécie de Batman... mas, eu explico isso mais lá pra frente aqui no meu texto. Escrito por Marcus Dunstan e Patrick Melton. Neste filme, mais um grupo de pessoas são sequestradas e precisam se livrar de armadilhas mortais antes que o tempo esgote e elas morram. O filme teve orçamento de U$ 16 milhões e arrecadou por volta de U$ 113 milhões mundialmente.

Poster do sexto filme

- Jogos Mortais 6 (2009): mais uma vez escrito pela dupla Marcus Dunstan e Patrick Melton. Neste filme um empresário do ramo da saúde, William Easton (Peter Outerbridge), é envolvido numa série de jogos mortais. O orçamento do filme foi de U$ 11 milhões e a arrecadação mundial foi em torno de U$ 68 milhões, a mais baixa de todas da franquia. 

Poster do sétimo filme

- Jogos Mortais 7 ou Saw 3D (2010): escrito por Marcus Dunstan e Patrick Melton. Este é o filme que faz mais homenagens aos filmes anteriores, easter eggs e até mesmo um link direto com o primeiro filme. Bobby Dagen (Sean Patrick Flanery), um falso guru que diz ter sobrevivido a um dos jogos de Jigsaw é pego e agora terá que mostrar se é realmente capaz de se livrar das armadilhas mortais do serial killer. O orçamento do filme foi em torno de U$ 17 milhões e arrecadou mais de U$ 136 milhões mundialmente.

Poster do oitavo filme da franquia

- Jogos Mortais - Jigsaw (2017): escrito por Josh Stolberg e Peter Goldfinger, essa foi a primeira tentativa de fazer uma espécie de remake/continuação dos filmes anteriores. Um grupo de cinco pessoas são sequestradas e terão que fugir de novas armadilhas mortais e bizarras. O filme teve orçamento de U$ 10 milhões e arrecadou em torno de U$ 102 milhões mundialmente.

Características marcantes da franquia

Algumas características da franquia ficaram eternizadas na cultura pop, como o boneco Billy, que é manipulado por Jigsaw, as armadilhas bizarras que as pessoas ficam presas (a armadilha de urso reversa é a mais famosa de todas), as frases "Eu quero jogar um jogo", "Que os jogos comecem", " Viva ou Morra! A Escolha é sua", as máscaras de porco, entre tantos outros elementos. Ao longo de cada filme as armadilhas ficavam mais elaboradas e muito mais sangrentas

Tobin Bell, o nosso eterno Jigsaw

Como eu estava escrevendo mais acima, Jigsaw, o personagem principal dos filmes, se torna uma espécie de Batman dos filmes de suspense (ou terror, como queiram), porque do quinto filme em diante ele passa a ter um plano pronto para qualquer tipo de situação (sem exageros). Ele é um bom personagem e até conseguimos entender a sua forma de pensar, mas essa característica que surge no quinto filme em diante me incomodou muito. Ele sempre estava preparado. Por isso, para mim, a partir do quinto filme, a franquia se perdeu. Claro que a premissa ainda era a mesma em todo filme: fazer o necessário para sobreviver e dar mais valor à vida, mas os planos mirabolantes por trás de tudo que acontecia para dar um choque nos telespectadores (como ocorreu de verdade nos 4 primeiros filmes), passou a ser algo forçado e sem o menor sentido.  Mesmo com tudo isso, vale a pena conferir a franquia.

Reboot/continuação que sairá de Jogos Mortais

Eu não gosto de filmes de terror, mas não encaro Jogos Mortais como uma franquia de terror, e sim, como uma franquia de suspense. Num todo, a franquia é muito boa e um sucesso tremendo de bilheteria. Atualmente Jogos Mortais ganhará um novo filme, uma espécie de remake/continuação, escrito por Peter Goldfinger e Josh Stolberg, produzido e protagonizado por Chris Rock, o novo filme se chamará Espiral - O Legado de Jogos Mortais. A previsão de estreia do filme é para 2020. Que os jogos comecem! Viva ou morra! A escolha é sua!!!

Um grande abraço!

terça-feira, 26 de maio de 2020

Dragon Ball Legends anuncia novidades para 2º aniversário


Para os fãs do jogo, como eu, vem muita coisa boa por aí.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Filmes: Os Caça-Fantasmas (1984)

Poster do filme
Existem muitos filmes considerados grandes clássicos pelos fãs, pela crítica e pelo público. Muitos deles eu nunca assisti, mas tenho uma imensa curiosidade em conferir devido a quantidade de fãs, de citações e referências que existem sobre estes filmes. Claro que Os Caça-Fantasmas está nesta minha lista! O filme escrito por Dan Aykroyd e Harold Ramis em 1984, com direção de Ivan Reitman e lançado pela Columbia Pictures foi um grande sucesso e até hoje em dia mantém uma legião fervorosa de fãs. E dá pra entender o por quê disso.

Da esquerda para a direita: Egon, Winston, Peter e Ray
Os Caça-Fantasmas ou Ghostbusters, como é popularmente conhecido mundialmente, é um filme de comédia e aventura que acompanha quatro caçadores de fantasmas (obviamente) que tentam evitar que uma infestação de fantasmas ocorra em Nova York. Os quatro Caça-Fantasmas são formados por: Peter Venkman (Bill Murray), um professor de parapsicologia meio charlatão que não acredita muito em fantasmas e só quer saber de dar encima de mulheres bonitas, Raymond "Ray" Stantz (Dan Aykroyd), um especialista em fantasmas e entusiasta de situações paranormais, Egon Spengler (Harold Ramis), um gênio da ciência e é uma pessoa extremamente séria; e fechando nosso quarteto, Winston Zeddmore (Ernie Hudson), um faz tudo da equipe e único contratado como funcionário do trio principal.

Dana e Louis
Ainda temos no filme a presença marcante de Sigourney Weaver como Dana Barret, interesse amoroso de Peter e alvo dos fantasmas, além de Rick Moranis como Louis Tully, o abobalhado vizinho de Dana, que nutre uma enorme paixão por ela. Ambos agregam muito ao filme, especialmente porque ambos estão sob a ameaça de Zuul, guardião de uma entidade sobrenatural chamada Gozer. Rick Moranis é engraçado demais, especialmente no papel de bocó atrapalhado. É um ator que faz muita falta no cinema atual.

Os Caça-Fantasmas e suas armas
O filme é extremamente divertido e os 107 minutos de filme passam num piscar de olhos. Os efeitos especiais, pra época do filme, foram revolucionários. A película lançou dois dos monstros mais amados da cultura pop/nerd mundial: Geléia e o Homem de Marshmallow, o Stay Puft. Outro elemento usado no filme que entrou para a galeria de referências do mundo pop/nerd são as armas de prótons utilizadas pelos nossos heróis para capturar os fantasmas. O carro do filme também é outro item de fama mundial! Por falar em elementos que entraram para a história, como não citar a música tema do filme, "Ghostbusters", interpretada por Ray Parker Jr.? O tema musical chegou a ser nomeado ao Oscar de Melhor Canção Original

Poster do desenho inspirado no filme
O filme foi um sucesso de público e crítica e pagou fácil seu orçamento de U$ 30 milhões, chegando a uma bilheteria mundial de mais de U$ 295 milhões. Com tamanho sucesso e tantos fãs ávidos por mais Caça-Fantasmas, uma sequência foi lançada em 1989, trazendo todo o elenco de volta, mas isso é história para uma outra matéria, assim como o remake/continuação de 2016 protagonizado apenas por mulheres (e odiado por boa parte dos fãs). Na carona do sucesso do filme, ainda foi lançado um desenho em 1986 chamada de The Real Ghostbusters (renomeado anos depois para Geléia! e os Verdadeiros Caça-Fantasmas), que teve 7 temporadas, totalizando 147 episódios. Em 1997 foi lançado outro desenho inspirado no filme chamado de Extreme Ghostbusters, mas esse teve apenas uma única temporada com total de 40 episódios

Geléia, o fantasminha mais amado do mundo!
Confesso que eu esperava um pouco mais do filme pelo tanto que falam dele e pelo tamanho da legião de fãs que ele possui. Quando fizeram o remake/continuação com as mulheres como protagonistas, parecia que estavam cometendo uma heresia sem perdão. Não creio que seja pra tanto. Vejam bem, não estou aqui escrevendo que o filme é ruim. Muito longe disso. Muito mesmo! O filme é muito bacana, muito divertido, mas pra mim não é algo tão irretocável assim. Como já citei antes aqui no texto, o filme é muito bacana e vale dar uma conferida, sem sombra de dúvidas. Em breve, irei escrever aqui sobre o segundo filme, então não deixem de acompanhar o Confr4ria para não perderem nada!


Um grande abraço.